sábado, 1 de junho de 2013

Oh Marilyn - Um texto para o seu aniversário

Uma das razões que faz com que Marilyn Monroe seja cultuada até hoje é a identificação com a personalidade dela. Quem nunca teve um dia de auto-estima baixa, ou um dia de depressão? Qual é o maior sonho do ser humano, se não o de ser amado verdadeiramente ou ser reconhecido por seu talento? Quem nunca perdeu a cabeça e se entregou por desespero, buscando uma perfeição inalcançável e no final se arrependeu e se sentiu  vazio no peito e na vida?
Aqueles olhos tristes que provavelmente  remetiam ao passado abusivo e a carência familiar que Marilyn sentiu a vida toda e a eterna busca de se auto conhecer fez com que Norma Jeane desaparecesse e deu vida a uma Marilyn extremamente confusa com sua verdadeira identidade, fazendo dela acima de tudo humana e muito além das celebridades perfeitas de Hollywood daquela época. Linda, porém destrutiva, talentosa, porém desvalorizada. Uma mãe que nunca pode ter seu filho nos braços, uma filha que nunca soube o que era de fato o amor materno. Escritora, poetiza, atriz, amante, doce e louca.
Marilyn era todas as mulheres em uma só, e tudo o que elas desejavam ser. Marilyn era o sonho de qualquer homem, era o sonho de qualquer pessoa, era o sonho de uma geração inteira, e tudo o que ela queria era não ser quem era. 
Irônico e triste fato.

Perfeitamente imperfeita e sem dúvida eterna, sua imagem e sua tristeza são tão grandes que mesmo depois de 87 anos do seu nascimento completados hoje e 51 anos após sua morte, ela continua viva na memória dessa e possivelmente das próximas gerações.

Eternamente Marilyn.

Abaixo dois poemas de sua autoria:

"Vida -
Eu sou de ambas as suas direções
De alguma forma permanecendo de cabeça para baixo
na maior parte
mas forte como uma teia de aranha no
vento – eu existo mais com a geada fria e cintilante.
Mas os meus raios borbulhantes têm as cores que
vi nas pinturas – ah vida eles
traíram você"


"Socorro, socorro.
Socorro.
Sinto que a vida está chegando mais perto
quando tudo o que quero
É morrer.

Grito -
Você começou e terminou no ar
mas onde estava o meio?"


Feliz aniversário minha Marilyn <3 O mundo continua com a sua essência por todos os lados.


Comentários
4 Comentários

4 comentários:

Larissa V. disse...

Maravilhoso texto, digno da Rainha Marilyn! <3

P.S. Lucas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
P.S. Lucas disse...

Obrigado por me lembrarem da data, sou péssimo com aniversários.

Eu também escrevi um texto sobre ela e coloquei o link dessa postagem como forma de agradecimento, não só por esse post, mas por todo o trabalho que vocês fazem.

Está aqui ó: {http://www.duasgotas.com.br/2013/06/parabens-marilyn-e-obrigado_5.html}

Abraço,

Viva o retrô disse...

Belo texto ;) Um beijo Lucas <3