segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Vintage disney

Quando eu tinha 10 anos minha mãe ja planejava o que fazer na data em que eu completaria 15 primaveras, então ela me perguntou:
 -Você quer que eu faça uma mega festa ou prefere alguma coisa em especial? Eu é claro logo disse: 
- Quero ir a Disneylândia!
Minha mãe fez uma cara estranha, mas disse que tudo bem... 
Nisso se aproximava o temido ano 2000 e eu estava desesperada, como assim o mundo vai acabar e eu não vou pra Disney?! (Coisas de criança, mas esse negócio de fim do mundo assusta bastante quando se tem 12 anos). O mundo não acabou, eu não fui pra Disney até hoje devido a alguns probleminhas financeiros e a um certo pânico de avião que eu possuo, mas continuo ainda assim, viajando pela Disney, não no parque, mas nos contos e filmes que parecem não envelhecer nunca. Por isso resolvi fazer esse post sobre uma curiosidade, o ano que cada filme da Disney foi lançado, filmes esses que marcam a infância de muitas crianças (Até as crianças grandes como eu) pelo mundo a fora.

Branca de neve e os sete anões (1937)
Branca de Neve e os Sete Anões (no original em inglês: Snow White and the Seven Dwarfs) é um filme  do gênero romance e aventura lançado em 1937. É o primeiro longa-metragem de animação dos estúdios Disney e é baseado no conto de fadas "Branca de Neve", dos Irmãos Grimm.

Pinóquio  (1940)  
A história do filme mostra um velho madeireiro chamado Geppetto que constroi um boneco de madeira chamado Pinóquio (voz de Dickie Jones) que é trazido a vida pela fada azul (Evelyn Venable), que diz ao boneco que ele pode se tornar real se provar sua bravura e lealdade. Depois disso seguem as aventuras do boneco tentando se tornar um menino de verdade, envolvendo diferentes personagens.

Fantasia (1940)
Fantasia é um filme norte-americano do gênero animação produzido pela Walt Disney Pictures em 1940. É o terceiro filme de animação dos estúdios Disney e consiste de oito segmentos animados acompanhados cada um de músicas clássicas conduzidas por Leopold Stokowski, sete deles foram apresentados pela Orquestra de Filadélfia. O compositor musical e crítico americano Deems Taylor introduz cada segmento. Após uma série de tentativas não finalizadas de realizar uma continuação para obra, dentre as quais se destaca Musicana, o sobrinho de Disney, Roy E. Disney, co-produziu a única sequência lançada oficialmente de Fantasia, Fantasia 2000.

Dumbo (1941)
É o quarto longa-metragem de animação dos estúdios Disney. O personagem principal é Jumbo Jr., um elefante antropomórfico que é cruelmente apelidado de Dumbo (em Inglês, "estúpido"). Ele é ridicularizado por suas orelhas muito grandes, mas descobre que pode voar utilizando-as como asas. Seu único amigo é o um rato, chamado Timóteo, esse fato parodia o medo de elefantes a ratos.


Bambi (1942)
É o quinto longa-metragem de animação dos estúdios Disney e foi lançado nos cinemas em 13 de agosto de 1942. O personagem principal é o cervo Bambi que vive em uma floresta com sua mãe e seus amigos animais. Bambi passa a viver só quando sua mãe é morta por caçadores. 

Cinderela (1950)  
É o décimo-segundo longa-metragem de animação dos estúdios Disney e foi lançado nos cinemas em 15 de Fevereiro de 1950. O filme foi dirigido por Clyde Geronimi, Hamilton Luske e Wilfred Jackson e produzido por Walt Disney.

Alice (1951)
Antes do desenvolvimento do filme, Walt Disney já havia feito uma série que mistura animação e live-action, intitulado: "Alice Comedies" lançado em 1924. Porém foi só com o sucesso do filme "Branca de Neve e os sete anões" lançado em 1937, que Walt Disney decidiu fazer o filme. A segunda guerra mundial forçou a Disney atrasar o projeto do filme. Durante essa época de guerra, a Disney só tinha recursos para fazer filmes curtos. Só depois, com o fim da guerra e o sucesso do filme "Song of the South" que o estúdio voltou a trabalhar no projeto.

Peter Pan (1953) 
Peter Pan é um filme americano do gênero animação produzido pela Disney em 1953 e baseado na peça teatral Peter and Wendy do autor escocês James Matthew Barrie.

A dama e o vagabundo (1955)
É o décimo-quinto longa-metragem de animação dos estúdios Disney e foi lançado nos cinemas em 22 de Junho de 1955. O filme foi dirigido por Clyde Geronimi, Wilfred Jackson e Hamilton Luske e produzido por Walt Disney. A Dama e o Vagabundo é o primeiro filme animado filmado em Widescreen pela CinemaScope.


A bela adormecida (1959) 
A Bela Adormecida (no original em inglês: Sleeping Beauty) é um filme do gênero animação produzido pela Disney em 1959 e baseado no conto de fadas homônimo do autor Charles Perrault.


Bem esses são os meus preferidos, vocês também se impressionaram com o fato desses filmes serem tão antigos?
Comentários
9 Comentários

9 comentários:

Andy antunes disse...

Esses sim são desenhos de verdade , hoje em dia são poucos que chegam aos pés destes . Branca de Neve é o melhor de todos seguido de Cinderela e Fantasia .

chérie candy disse...

Concordo Andy, até tem uns filmes bacanas, mas sinto muita falta do 2D, dos traços feitos à mão e dessa magia que não se encontra mais nas animações de hoje em dia, uma pena... Ainda bem que os nossos filhos e netos ainda vão poder ver esses filmes em dvd, eles realmente são imortais, tanto em nossas memórias, quanto nas gerações futuras. :)

Carolina disse...

Eu sou apaixonada por esses filmes antigos da Disney! São simplesmente encantadores, admito que me emociono até hoje.
Dos citados por você, o meu favorito é Alice no País das Maravilhas... Cada vez que assisto encontro uma interpretação diferente para ele, por mais maluco que isso possa parecer.
Um beijo! :*

Juliana Amado disse...

Eu também amo os desenhos da Disney até hoje. Só não conheço esse Fantasia. Locadora, já!
Uma coisa que eu tenho reparado nos filmes antigos, de desenhou ou não, é que mesmo quando abordam um assunto trágico ou maldoso, é de uma forma leve, poética... o que faz com que os aspectos negativos (afinal nem tudo são flores, há caçadores, madrastas más...)não fiquem pesados nem oprimam o peito. Isso me encanta muito.

Beijos.

chérie candy disse...

Não é maluco não, eu também tenho a mesma sensação quando assisto Alice. :)

chérie candy disse...

Pura verdade, mesmo crianças temos que nos preparar para as fases ruins da vida, mas de forma leve e com bondade no coração. Beijos Juliana.

chérie candy disse...

Ah e Fantasia é aquele que tem o Mickey como mago, aposto que você ja assistiu e não se lembra. ;)

Pedro Cavalcanti Barbosa disse...

Fantasia de longe o filme mais fantástico da Disney... Músicas, cenários, cada personagem! Só que recomendo apenas pra crianças mais velhas, pelo segmento "Noite no monte calvo" (Meu favorito, por sinal). E so for analisar todos os longas da Disney, percebe-se que ela nunca foi 100% infantil! Ah sim, bela postagem, parabéns!

Amanda Souza disse...

É muito dificil escolher um... TODOS são maravilhosos!!! Hoje em dia não tem essa magia!!