quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Top 6 - Al Pacino

Pacino é um dos meus atores preferidos da atual Hollywood, eu curto essa velha guarda de atores dos anos 70/80 de filmes de máfia e ação, assim como o Robert De Niro ou o Dustin Hoffman. Mas o Pacino, ah o Pacino... Foi paixão imediata quando vi filmes como o Poderoso chefão ou Scarface e um tempo depois o papel dele no filme O advogado do diabo, Pacino tem um "q" de mistério, perigo e sensualidade (não dêem risada) mas realmente acho isso, Esse top 6 é dedicado aos melhores filmes (na minha opinião) que esse grande ator fez em sua carreira. Mas antes conheça um pouco a sua história.

Al Pacino nasceu no Bronx, filho de Salvatore Pacino e Rose Gerard, que se divorciaram quando ele ainda era criança. De ascendência italiana, o seu pai era de Corleone na Sicília e a sua mãe era filha de um italiano e de uma norte-americana de pais italianos.
Apesar de ser um dos poucos atores a nunca ter se casado, é pai de Julie Marie (nascida em 1989), fruto do seu relacionamento com a professora de teatro Jan Tarrant. Com a atriz Beverly D'Angelo é pai dos gêmeos Olivia e Anton, nascidos no dia 25 de janeiro de 2001.
Nos fins da década de 1960 estudou sob a supervisão de Lee Strasberg, descobrindo com isso a terapia para uma juventude deprimida e pobre, em que mal tinha dinheiro para apanhar o transporte para as audições. O seu talento falou mais alto, tendo ganho um Obie Award pela sua interpretação em palco de The Indian Wants the Bronx e um Tony Award por Does the Tiger Wear a Necktie?. O seu primeiro trabalho no grande ecrã foi “Me Natalie” em 1969, mas seria em 1971 com o seu trabalho The Panic in Needle Park que o seu talento viria ao a tona, tendo ganho a atenção do realizador Francis Ford Coppola.
E é claro, como todo mundo sabe a sua ascensão meteórica surgiu após ter desempenhado o papel de Michael Corleone no filme de grande sucesso sobre a máfia de Coppola, The Godfather de 1972.

Agora vamos ao Top 6:

6. Um Dia de Cão (1972)
Numa tarde quente no Brooklyn dois perdedores planejam roubar um banco e o resultado será um desastre. O roubo deveria ter levado apenas dez minutos. Quatro horas depois, o banco parecia um espetáculo de circo. Oito horas depois, era notícia em toda a rede de TV. Doze horas depois, toda a história atinge o seu clímax e resolução.

5.And Justice for All (1979)
Arthur Kirkland é um advogado idealista que já teve vários desentendimentos (inclusive já foi preso por desacato) com Fleming, um inflexível juiz, que dizem apenas seguir as leis a risca, até que um dia Arthur recebe com surpresa a notícia de que Fleming foi preso, acusado do espancamento e estupro de uma jovem, e ironicamente quer ser defendido por ele, pois como todos sabem da rivalidade que existe entre os dois, Kirkland só o defenderia se tivesse certeza de sua inocência. Em retribuição, Fleming promete rever um caso no qual Arthur tenta pôr em liberdade um cliente inocente, que está preso há dezoito meses, graças ao juiz.

4. Vítimas de uma paixão (1989)
Em Nova Iorque, ao investigar um caso no qual homens são assassinados após responderem a uma coluna de correio sentimental, o detective Frank Keller envolve-se com Helen Cruger, a principal suspeita. Quanto mais ele se apaixona, mais provas surgem para incriminar Helen.

3. Advogado do Diabo
Kevin Lomax, advogado de uma pequena cidade da Flórida, que nunca perdeu um caso, é contratado por John Milton, dono da maior firma de advocacia de Nova York. Kevin passa a receber um alto salário e a contar com diversas mordomias, porém sofre a desaprovação de sua mãe, Alice Lomax, uma religiosa fervorosa que compara Nova York à Babilônia.
No início, tudo parece correr bem, mas logo Mary Ann, esposa de Lomax, passa a sentir saudades de sua antiga casa e ter visões demoníacas. No entanto, Kevin, empenhado em defender as causas de seus clientes, entre eles um acusado de triplo homicídio, dá pouca atenção à mulher, enquanto seu misterioso chefe parece sempre saber como contornar cada uma das situações que perturbam o jovem advogado. Pacino como diabo está incrível. <3

2. Scarface (1983)
Um criminoso cubano, Tony Montana (Al Pacino), é exilado de Cuba para Miami, EUA. Ao lado de alguns companheiros, um deles Manny Ribeira (Steven Bauer), Tony começa fazendo pequenos trabalhos para um chefão do tráfico de drogas Frank Lopez (Robert Loggia), e em pouco tempo sobe na organização criminosa, enquanto sobem ainda mais suas ambições. Tony se apaixona por Elvira Hanckoc (Michelle Pfeiffer), esposa de seu chefe. Logo depois, Tony mata Frank, após esse ter tentado matá-lo. Tony chega ao topo do império da cocaína em Miami trabalhando ao lado do barão da coca Alejandro Sosa e ganha cada vez mais poder e dinheiro, entretanto começa a ter problemas devido ao vício em cocaína, problemas pessoais com sua irmã Gina e problemas com o imposto de renda o que acabam afetando indiretamente Tony Montana e aos poucos o levam a ruína.

1. Triologia O poderoso chefão (1972, 1974, 1990)
O filme conta a saga da família Corleone, é importante ver todos os filmes pra entender o desfecho da história contada, o 1º conta como Michel Corleone (Pacino) assumiu o legado da família se tornando o líder da máfia dos Corleones, destaque para o Marlon Brando que apesar de ter participado apenas do 1º filme tornou-se a marca registrada da trilologia.
O 2º filme conta sobre a origem da família, onde tudo começou, o filme apresenta toda a infância e a mocidade de Vito Andolini, que mais tarde seria conhecido como Don Vito Corleone, e quem faz o papel dele é o incrível De Niro. No mesmo filme é contada uma história paralela que é a   continuação da saga de Michael. Agora, Michael está mais maduro e ousado no controle da família, e os Corleones tentam expandir seu império atuando na costa leste dos Estados Unidos.
O último como é de se esperar é o desfecho da saga, que não vou contar muito aqui pra não correr o risco de contar spoiler pra quem ainda não viu, mas é o meu preferido da triologia.

Esse trailer é a triologia embutida em um só vídeo na ordem cronológica, ou seja, o ínicio de Vito, sua morte e a vez de Michael assumir o posto de líder juntamente com o desfecho.


 

OBS: Também amo o filme Perfume de Mulher, mas como é TOP 6 não coloquei aqui, mas indico, foi o filme que lhe rendeu um Oscar de melhor ator.

Comentários
4 Comentários

4 comentários:

Andy A. disse...

Já curto a fan page e agora estou seguindo o blog . Pacino é meu ator favorito e seu Top 6 é ótimo , pensa que nos últimos anos não tenha aparecido papéis interessantes para ele . Eu citaria a participação deliciosamente caricata dele em Dick Tracy pelo qual também foi indicado .

chérie candy disse...

Ainda não tive tempo de ver esse filme, mas do jeito que todos estão falando será o próximo que verei. Obrigada por seguir o Blog e um grande abraço :)

desaire disse...

Artigo de primeira, excelente postagem, meus parabéns!

Viva o Retrô disse...

Obrigada <3