quinta-feira, 26 de abril de 2012

abajur

Os abajures fazem toda a diferença na hora de iluminar um ambiente ou de fazer uma leitura, mas não servem só para isso. Eles também são belos objetos de decoração.
Um charme para todos os ambientes. Os modelos são diversificados: clássico, no estilo chinês de porcelana com pinturas, com um designer moderno, com coluna ou um misto do clássico com a modernidade do aço cromado e dos pendentes.

A história do abajur começou no século XVI em Paris. A palavra vem do francês ‘apagar a luz’. Ele serve como um complemento da iluminação. E quando desligado é um objeto de decoração.
Compõe perfeitamente a ambientação de canto. Mas não dá para separar a característica de adorno com o conforto visual que o abajur proporciona. E existe um tipo adequado para cada local onde será utilizado.
Uma peça para o quarto deve ser mais delicada e com uma cúpula feita com um tecido claro para permitir maior passagem de luz para o ambiente.


Na sala de televisão a melhor pedida são os com cúpula escura.Você pode escolher estilos mais aleatórios para dar um ar moderno e sofisticado para o ambiente.



No quarto de estudo ou no escritório eles também são recomendados, além de luminárias de leitura, geralmente com cúpulas claras para deixar o ambiente mais iluminado.


Um escritório mescla objetos de vários estilos. Na sala de espera aparecem em dois formatos: um aparado numa mesa de canto e outro em coluna. Um dos modeles tem objetivo de iluminar diretamente quem assenta na poltrona para fazer uma leitura.



No local de trabalho do arquiteto Demilton Dib há lugar para uma peça moderna num ambiente que se equivale à sala de televisão de uma casa.

Abaixo, separei alguns modelos bem divertidos e irreverentes.















O que vocês acharam?
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário: